Citrus Research & Technology
https://www.citrusrt.ccsm.br/article/doi/10.4322/crt.ICC047
Citrus Research & Technology
Article

Performance of Pera sweet orange clones in clay soils in Southern Brazil

Desempenho de clones de laranja Pêra em solo argiloso no sul do Brasil 

Zuleide Hissano Tazima, Carmen Silvia Vieira Janeiro Neves, Inês Fumiko Ubukata Yada & Rui Pereira Leite Júnior

Downloads: 1
Views: 1459

Abstract

Pera sweet orange [Citrus sinensis (L.) Osbeck] is the main cultivar for the Brazilian citrus industry, with a few clones and selections available for growers. Furthermore, it may perform in different ways considering tree yield and fruit quality because of geographic regions. Therefore, the objective of this study was to evaluate clones of Pera sweet orange under a clay soil condition in Southern Brazil. The clones of Pera studied were: IPR 153 (Bianchi), Pêra CNPMF D6 (I-111), IPR 159 (Vacinada 4), IPR 158 (Vacinada 3), Morretes (I-34), Gullo (I-87), Vimusa (I-66), Seleção 12 (I-403), Seleção 27 (I-404), Seleção 11 (I-405), Seleção 14 (I-406), Seleção 15 (I-407) and Seleção 37 (I-408). All trees were grafted on Rangpur lime (C. limonia Osbeck) and the orchard was established on August 2000. The experimental design was completely randomized with thirteen treatments, five replications and one tree per plot. Tree vigor, yield and fruit characteristics were evaluated from 2003 through 2010. Seleção 27 had both the largest canopy with a volume of 54.5 m3 and the highest yield, with an annual average yield of 107.5 kg of fruits per tree. In addition to Seleção 27, Seleção 12 and Morretes were also highly productive. Clones D-6 (I-111), IPR 158, IPR 159, Gullo (I-87), Seleção 14 (I-406), and Seleção 37 (I-408) had the best fruit quality for industrial purposes. Based on theoretical estimated values, Morretes, Seleção 12, Vimusa, and Seleção 27 showed potential yield higher than 1,200 boxes of fruits (40.8 kg) ha-1.
 

Keywords

Citrus sinensis, yield, fruit quality, physicochemical analysis.

Resumo

A laranja Pêra [Citrus sinensis (L.) Osbeck] é a principal cultivar para a indústria cítrica brasileira, com alguns clones e seleções disponíveis para os produtores. Além disso, pode diferir seu desempenho, considerando a produtividade das plantas e a qualidade das frutas, em função da região geográfica. Portanto, o objetivo deste estudo foi avaliar clones de laranja Pêra sob condição de solo argiloso, no sul do Brasil. Os clones de Pêra estudados foram: IPR 153 (Bianchi), Pêra CNPMF D6 (I-111), IPR 159 (Vacinada 4), IPR 158 (Vacinada 3), Morretes (I-34), Gullo (I-87), Vimusa (I-66), Seleção 12 (I-403), Seleção 27 (I-404), Seleção 11 (I-405), Seleção 14 (I-406), Seleção 15 (I-407) e Seleção 37 (I-408). Todas as plantas foram enxertadas em Limão Cravo (C. limonia Osbeck) e o pomar foi estabelecido em agosto de 2000. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com treze tratamentos, cinco repetições e uma planta por parcela. O vigor das plantas, a produtividade e as características das frutas foram avaliados de 2003 a 2010. A Seleção 27 teve tanto a maior copa, com um volume de 54,5 m3 , quanto a maior produção, com produtividade média anual de 107,5 kg de frutos por planta. Além da Seleção 27, Seleção 12 e Morretes também foram altamente produtivos. Os clones D-6 (I-111), IPR 158, IPR 159, Gullo (I-87), Seleção 14 (I-406) e Seleção 37 (I-408) apresentaram a melhor qualidade de frutas para fins industriais. Com base em valores teóricos estimados, Morretes, Seleção 12, Vimusa e Seleção 27 apresentaram produtividade potencial superior a 1.200 caixas (de 40,8 kg) ha-1.

Palavras-chave

Citrus sinensis, produtividade, qualidade do fruto, análise físico-química.
59e658a80e88251b779aaad8 citrusrt Articles
Links & Downloads

Citrus R&T

Share this page
Page Sections